Tudo começou em meados dos anos 90, quando folheei uma apostila de 
Access e me apaixonei por banco de dados. A princípio, desenvolvi 
pequenos programas para minha empresa como um simples funcionário interessado em acompanhar as novas tecnologias. Aquilo que no início era apenas uma forma mais prática de trabalhar, transformou-se em "paixão" e comecei a estudar Lógica de Programação com Linguagem C no ADV Informática, Rio de Janeiro. 

Estudei a fundo esta ciência, complementando meus estudos no Instituto Infnet, onde estudei programação Java a nível de sistemas (POO-Programação 
Orientada a Objetos), não satisfeito estudei Java a fundo e completei um curso de Analista em Sistemas Java/Web no Instituto Wincomp de São Paulo, aprendendo J2SE, J2EE, Struts, Hibernate e J2ME. 

Estudei também Oracle 10g pelo grupo Iped. Participei de diversas palestras sobre Segurança na Internet, Introdução à Criptografia e Assinatura Digital, Malware e Segurança de aplicações, programação Java com Eclipse 3.2 e Hibernate no Instituto Infnet, considerado o maior instituto de nível superior da América Latina.

Primeiro, veio a linguagem C, depois Java, JavaScript, PHP/MySql,VB e finalmente VBA que se tornou minha linguagem preferida. Esta última é uma linguagem orientada a eventos.  

Nos fóruns Expert Access e Máximo Access encontrei espaço para ampliar a criatividade, participando com dicas e soluções variadas. Por ter estudado Engenharia Elétrica e Civil nos anos 70 e 80, sem me decidir pelas duas carreiras, acabei me graduando em Letras(Português/Inglês) especializando-me em Tradução Técnica. Traduzi material técnico para diversas empresas, principalmente na área de informática como foi para a Eletrobrás. Com o advento do Windows, facilitou bastante a compreensão da Lógica de Programação, estudo de algoritmos, base de toda linguagem de programação. Passei então a me dedicar somente para programação e aqui estou lançando este site com fins profissionais.

Recentemente fui premiado como o melhor programador no mês de Outubro de 2011 e Janeiro de 2012 no site internacional 
www.svcsoftwarehouse.com*
Um site lusófono onde participam centenas de programadores de diversos países que falam a língua portuguesa. Foram quatro aplicativos premiados ao todo: 
"Controle de O.S.","Gerenciador de Memorandos","DV de Matrícula" e 
"Jogo da Forca". Estes aplicativos estão disponíveis na página Download com exceção o "Controle de O.S." que estou adaptando para funcionar comercialmente.

Já são catorze anos desenvolvendo aplicativos dos mais variados na minha empresa e também para comunidades de programadores. Foruns em que participo:

http://www.expertaccess.com.br/ 
http://maximoaccess.maisforum.com/
http://www.thecodecage.com
http://comunidade.itlab.com.br/eve

Também participo para o aprendizado da linguagem VBA com apostilas didáticas, disponíveis para download neste site bem aqui.

*Infelizmente, este site de programadores saiu do ar recentemente por razões ignoradas de minha parte.


MINHA HISTÓRIA DE FÉ

Aprendi a confiar em Deus quando era menino. Fazia muitas indagações sobre Deus. Meus pais não se relacionavam muito bem. É difícil deletar na lembrança cenas tristes de maus tratos vividos na infância. Em 1975, na adolescência caí da altura de uma casa de dois pavimentos do alto de uma mangueira, o galho sob meus pés quebrou enquanto a estava podando. Na hora tentei me agarrar em alguma coisa, mas não consegui. Foi quando tive minha primeira experiência com Deus. Vi um filme de minha vida com nitidez de uma resolução em HD (High Definition) ou melhor ainda. Tudo passava diante de meus olhos rapidamente, cenas de quando era criança, na escola, no primário, no secundário, coisas que fiz boas ou más. Tudo muito rápido, não dá pra descrever com detalhes. Mas foi de certa forma assustador. Fui levado pela ambulância às pressas com suspeitas de fraturas, meu peito estava em carne viva. Tive medo que tivesse quebrado a coluna. Mas milagrosamente, nenhum osso se quebrou. Nessa época já era cristão. Quando soube do laudo médico, com certeza devo ter agradecido muito a Deus por isso. Mas isso era só o princípio.


EXPERIÊNCIAS PESSOAIS. Quando tinha uns 12(doze) anos, estava no primário e  envolvi-me em uma briga de rua, nos enrolamos no chão, cercados por vários estudantes. Na semana seguinte, fui procurá-lo e fizemos as pazes. Logo, já estávamos jogando bola de gude na casa um do outro e tornamo-nos grandes amigos. Deus me honrou fazendo com que eu fosse primeiro lugar de turma. O tempo passou e meu agora amigo se tornou pastor. No ginário fui perseguido por gangs, rapazes com idade de estudantes do último ano do 2º grau que me perseguiram por causa de minha fé e me maltrataram na rua. Mas por causa da minha fé em Jesus, não me deixei abater e, no final do ano, tirei a melhor nota em matemática na prova final. Venci uma competição de literatura sobre a vida e obra de Castro Alves em toda zona oeste segundo me recordo, com a presença de diversas personalidades. Ainda assim era desacreditado pela minha família. Fui preterido e deixado de lado, talvez, porque eu era muito tímido. Nunca fui incentivado a seguir qualquer carreira nobre como medicina ou engenharia. Talvez também, fosse por isso que abandonei o curso de engenharia. Mas precisava terminar um curso superior. Alguns anos mais tarde fiz e terminei o curso de Letras(Português/Inglês) para aperfeiçoar-me em Português porque o Inglês já dominava bem desde os 14(catorze) anos, quando ganhei um curso da Reader's Digest com 40(quarenta) aulas em disco e livros de inglês conversacional e estudos de literatura. Fiz outros cursos também no Yes, Cultura Inglesa e de Tradução e Interpretação, conseguindo uma certificação pela Universidade de Cambridge, Inglaterra, coroando meu esforço. Comecei a trabalhar como tradutor e professor a partir de então lá pelo idos de 1982 e intérprete de missionários americanos por vinte e cinco anos a partir de então. 


DEUS. Minha fé em Deus veio por uma profunda convicção adquirida pelo ouvir acerca de um Deus Criador e a história de Seu Filho Jesus a quem enviou para redimir a humanidade. Veio de forma espontânea em meio a muitas indagações sobre sua existência e conflitos pessoais na adolescência. Acredito que se fortaleceu pelos livramentos que me concedera quando clamei pelo Seu nome em momentos de perigo, onde corria riscos de vida. Ultimamente, tenho feito diversas provas de Seu cuidado por mim e pelas pessoas pelas quais intercedo e são muitas e de forma generalizada. Um exemplo disso, foi quando em 2005 me lembrei de um grande amigo que tive quando era bem jovem há cerca de 20(vinte) anos atrás. Perguntei por ele a todas as pessoas que o conheciam muito bem e me disseram que ninguém sabia de seu paradeiro, pois sumira e nunca mais alguém soube dele. A maioria afirmou que ele tinha morrido, mas não aceitei esta ideia. Morando depois de casado a dezenas de kms distante do bairro onde convivíamos e sem saber o que fazer, orei a Deus a respeito dele. Naquela mesma semana no sábado pela manhã ao sair da academia e ao atravessar a rua, um carro se aproximou e pela janela alguém gritou: "Oi, Eduardo, como vai?" Colocou a cabeça para fora do assento do carona. Quem era? Esse meu amigo. Hoje ele é também um pregador do evangelho (pastor). Glória a Deus !!!

Outro exemplo, foi acerca de uma operação que teria que fazer para retirar pedras dos rins. Estava sofrendo muito com fortes dores, urinava sangue. Os exames apontavam a existência de muitas pedras nos rins. Fiz os exames preparatórios e aguardei o dia da cirurgia. Orei ao Senhor e fiz novos exames de raio X. Resultado? Nada. Nenhum sinal de pedras nos rins. Estava totalmente curado.

Mais um exemplo, um colega de trabalho, segurança de artistas famosos, informante da polícia e tudo mais. Durante anos passou a me perseguir com ameaças de violência contra mim. Causa: uma carta havia sido entregue ao diretor da empresa o acusando de fraude na empresa e enriquecimento ilícito. Denunciante? Assinava eu e outra colega de concurso. Nunca teria feito tal carta. Havia um clima de tensão no ar contra mim e imaginava quem poderia ter forjado esta situação para me incriminar e me indispor com um pessoa de índole tão violenta. Certo dia, sentindo-me humilhado por suas provocações e por vê-lo sempre negligente com suas tarefas, pela primeira vez queixei-me ao encarregado. O que fez ele? Criou uma intriga com ele acerca do que eu pensava a seu respeito. Ameaçou-me dizendo que agora tinha algo concreto para se haver comigo no final do expediente. Seguiu-me até o estacionamento. Orei a Deus e quando ia adentrar no meu carro, um policial se aproximou e parou com seu carro e com a sirene ligada em frente do meu carro. Meu algoz seguiu em frente e nada fez e foi embora. Nunca mais me ameaçou, principalmente porque havia dito a ele que meu Deus era maior que o seu deus.  Isto é apenas um resumo dos livramentos que Deus me deu, provando que está perto de mim e se importa comigo.

DONS E TALENTOS. Dediquei-me à música, ao violão clássico desde a adolescência. Com o tempo dei muitos recitais e concertos nas escolas de música das igrejas em que trabalhei como professor de música. Na adolescência, estudei desenho artístico e aprendi a desenhar fisionomias de pessoas com qualquer coisa que tivesse à mão, lápis, caneta ou giz. Nos esportes, fui convocado para seleção carioca de Basquete três vezes, uma vez na adolescência, a segunda na juventude e na terceira como universitário. Não satisfeito, comecei a estudar línguas, principalmente o Inglês. Tornei-me intérprete em Conferências Internacionais Evangelísticas por vinte e cinco anos. Nesse meio tempo, passei em um bom concurso. Foi quando então me apaixonei por programação e passei a estudar avidamente todas as linguagens que apareciam à minha frente até me fixar em VBA. 

Hoje sou muito bem casado com a moça mais virtuosa que já conheci quando tinha vinte e quatro anos. Um presente de Deus e sou muito feliz. Namoramos por dois anos, separamo-nos e fomos aproximados por Ele novamente depois de doze anos. Estamos agora casados há dezesseis anos. Tenho bons amigos na empresa em que trabalho, na igreja em que convivo e recebo meu alimento espiritual, e também na internet nos fóruns em que participo.

Por tudo o que aprendi e construí ao longo da minha vida até aqui, agradeço acima de tudo ao Bom Deus, pela sua graça para comigo. Vim de baixo, já trabalhei sem ser reconhecido como um bom profissional, passei por situações humilhantes, mas não perdi meu brio e nem me curvei diante das adversidades e, nem nunca me vendi para ninguém para conseguir chegar até aqui. Quando estava lá no fundo do poço, ouvi a voz do Senhor Jesus e ele me estendeu a mão e me arrancou de lá e deu direção à minha vida. Hoje minha família está totalmente transformada. Somos todos muito unidos. Quando venci todos os meus temores pela fé, aprendi com o Evangelho a perdoar meus pais e meus irmãos e amá-los incondicionalmente. Nada neste mundo é mais valioso que a comunhão em família, quer seja com os pais, os irmãos quer seja com sua própria família, esposa e filhos.

Muitas vezes em verdadeiros desafios profissionais na empresa, recorri a Ele em breves orações enquanto programava e Ele me mostrava o que fazer, era fantástico. Quem me via de longe pensava que eu estava maluco, tal minha euforia, verdadeira alegria. Meus colegas do forum também sem saber foram usados por Deus para me ajudarem na hora H. Dedico muito do que aprendi a verdadeiros amigos que postaram lindos comentários a meu respeito. 

Deus é especialista em casos perdidos. Eu apoio todo bom empreendimento que visa construir homens e mulheres em pessoas vitoriosas, por um mundo melhor, onde a família base de toda a sociedade tenha o seu espaço e assim gerar novas vidas que aprendam com o exemplo de seus pais, sua fé em Deus, a construir um mundo melhor.

                                                                   Eduardo Vieira Machado (Good Guy)



 visitantes

“"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem penetrou em coração humano aquilo que DEUS planejou para aqueles que o amam."” (Sl 37.4)

 
O Temor do Senhor É o Princípio do Conhecimento !!! (Prov. 1.7)
  Site Map